Skip to content Skip to navigation

Memória, Cidade, Comunidades

História pública e educação

A interface “projetos educacionais e história pública” estimula a indissociabilidade pesquisa, ensino e extensão.  Os desafios para produção/difusão compartilhada do conhecimento histórico, diante das novas tecnologias que têm modificado o tratamento das fontes de pesquisa e de ensino, associam os saberes acadêmicos e não acadêmicos – para a construção de atividades e recursos educacionais inovadores.

Projeto Niterói

Situado em Niterói, o Laboratório de História Oral e Imagem, da Universidade Federal Fluminense, desenvolve desde 1994, a partir da disciplina de História Oral do curso de graduação em História, projetos de ensino, pesquisa e extensão sobre a memória e a identidade da cidade. O denominado "Projeto Niterói" é a compilação de todas essas séries de projetos de pesquisa realizados pelos alunos da graduação em História da UFF com a coordenação dos professores do LABHOI.

Sentidos da arte estrangeira no Brasil

Esse projeto tem como objeto a presença da arte estrangeira no Brasil, considerando os processos de apropriação (R. CHARTIER) que permitem leituras contextualizadas da obra de arte. Numa primeira etapa foi desenvolvida a análise da pinacoteca Alberto Lamego, adquirida no fim da década de 1940 pelo governo do estado do Rio de Janeiro e que desencadeou uma controvérsia entre diferentes projetos de museu regional, promovendo leituras regionalistas de uma coleção de obras de arte européia do século XVI ao XIX concebida como representativa da identidade fluminense.

Migração e Imigração: o caso de Niterói (1888-1950)

Ao longo do século XX, a cidade de Niterói  foi ponto de chegada do êxodo rural do agro fluminense e recebeu  imigrantes das mais diversas origens e nacionalidades. Suas memórias e histórias foram alvo privilegiado de muitos dos cursos de história oral desenvolvidos no LABHOI.  O projeto se propõe a discutir o processo de esvaziamento demográfico do agro fluminense, desde o final do século XIX, em suas relações com o desenvolvimento urbano da cidade de Niterói, tomando-o a partir das estratégias individuais e familiares acionadas por seus atores.

Imagens Urbanas: Grafite e Escultura Pública

Este projeto tem como objetivo discutir o universo da imaginária urbana. O recorte recai sobre o estudo de dois tipos de imagens urbanas: a escultura pública e o grafite urbano contemporâneo. O estudo investiga a história dos sentidos atribuídos aos espaços urbanos e às cidades no Brasil, para problematizar os processos de construção de identidades sociais e interrogar o patrimônio cultural.

Instituições e Justiça: História Oral da Justiça Federal

Esse projeto teve como objetivo reunir uma coleção de entrevistas com magistrados e ex-servidores das primeiras gerações de servidores da Justiça Federal no Estado do Rio de Janeiro. Trata-se de uma contribuição especialmente para a compreensão da proposta de recriação da Justiça Federal no Brasil nos anos inicias do regime militar e das primeiras fases de seu funcionamento no Estado do Rio de Janeiro, atravessando a fase da fusão dos antigos estados da Guanabara e do Estado do Rio de Janeiro.

Niterói: Memória e identidade no bairro do Cubango

A alegria e entusiasmo dos carnavais de rua em Niterói constituem uma das principais narrativas memoriais da cidade. Tema de inúmeras entrevistas do arquivo do LABHOI. A cidade é também sede de diversas escolas de samba. A Acadêmicos do Cubango foi tema de um dos cursos de história oral do LABHOI. No bairro do Cubango encontra-se também a Igreja de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito dos Homens Pretos. A escola de samba tem fortes raízes nas tradições e experiências da  população de origem africana da cidade.

Niterói: Os operários navais

Coordenadora: Angela de Castro Gomes
Equipe: Paulo Cesar Araújo e Fernando Luiz Vale Castro.

O objetivo deste projeto foi o de estudar um dos grupos de ofício mais antigos e ativos da cidade de Niterói, recuperando sua história recente, e socializar um grupo de alunos da graduação de História com a metodologia da História oral.

Niterói: O bairro de São Lourenço dos Índios

A cidade de Niterói tem seu mito de origem na sesmaria doada à Martim Afonso de Souza, o Araribóia, chefe dos índios Temiminós e aliado dos portugueses no século XVI.  O bairro de São Lourenço surgiu de uma antiga aldeia indígena que perdurou até o século XIX e abriga a Igreja de São Lourenço dos Índios, erigida em 1627, a mais antiga do Estado do Rio de Janeiro. A primeira estátua erigida em homenagem à Araribóia, em 22 de novembro de 1912, está hoje na Praça em frente à Igreja.

Niterói: Motim urbano e revolta popular: o quebra-quebra das barcas, 1959

Capital do antigo Estado do Rio de Janeiro, Niterói sempre teve sua história intimamente ligada à cidade do Rio, antigo Distrito Federal.  A estação das barcas era o centro nervoso de ligação entre as duas cidades. Em 1959, ocorreu em Niterói uma revolta popular que teve como foco o serviço de transporte marítimo que fazia ligação com a cidade do Rio de Janeiro. A greve dos servidores da empresa levou à convocação dos fuzileiros navais que não conseguiram conter a insatisfação dos usuários das barcas.

Niterói: O incêndio do Gran Circus Norte-Americano, Niterói, 1961

O trauma e a tragédia também compõem a memória e a identidade das cidades. Em Niterói, no dia 17 de dezembro de 1961, ocorreu o maior incêndio de um circo da história, provocando mortes e deixando muitos mutilados. Tratava-se de um dos circos mais famosos da época na América Latina, conhecido pela tecnologia moderna e o espetáculo de animais. Os acontecimentos ganharam grande repercussão na época. No cotidiano da cidade, a festa da alegria circense confundiu-se com as marcas da tragédia.

Fábrica de Tecidos Alliança - Ao primeiro plano, um campo de futebol; ao fundo o prédio da administração e a chaminé da fábrica

Fábrica de Tecidos Alliança - Ao primeiro plano, um campo de futebol; ao fundo o prédio da administração e a chaminé da fábrica.

(Autor: Augusto Malta – 1907. Arquivo Fotográfico Augusto Malta/Museu da Imagem e do Som – RJ)

Taxonomy upgrade extras: 

Páginas

Subscrever RSS - Memória, Cidade, Comunidades